Publicações & NOTÍCIAS

“Jardim do bem estar” - Mari Polesi

O barulho e a agitação do movimentado bairro Butantã, localizado na zona oeste de São Paulo, parece não existir no jardim projetado sobre a laje da sede paulista da Construtora JWA. O espaço, que conta com uma área de 250 m², batizado de ‘Jardim do Bem Estar’, leva a assinatura da paisagista e designer de exteriores Mari Polesi.  

 

“Proporcionar um melhor aproveitamento do espaço sobre a laje, este foi o nosso maior objetivo, já que aqui era um lugar praticamente obsoleto da empresa, só que com grande potencial para se transformar num agradável espaço de bem-estar”, afirma a paisagista, que também é responsável pelo escritório de arquitetura paisagística, Studio Mari Polesi, que por meio de sua equipe multidisciplinar, atua no planejamento, projeto e consultoria em projetos de paisagismo.

Assim era a laje antes de receber o projeto paisagístico

Agora, o resultado da concepção do projeto pré-finalizado

Após o estudo técnico sobre os melhores pontos a serem explorados do local, Mari percebeu que ali seria o melhor lugar para evidenciar a paisagem arborizada ao entorno do bairro, que segundo ela, têm vistas bonitas e agradáveis. “O Butantã ainda abriga uma grande quantidade de vegetação preservada. O seu entorno é repleto de árvores, inclusive nativas, o que atrai muitos pássaros e borboletas”, ressalta a profissional.

A paisagem arborizada ao entorno do bairro é muito agradável, diz Mari Polesi

Confiantes na proposta e na equipe do Studio Mari Polesi, os proprietários da construtora JWA, os engenheiros Francisca Wiziack Ajame e Jorge Ajame Filho, decidiram apostar no projeto inovador em razão do seu resultado final. “Gostamos de ter o verde sempre por perto, tanto assim, que sempre tivemos inclusive uma horta aqui na empresa. Após ter conhecimento do sistema de jardim sobre laje Tec Garden®, disponibilizado no mercado, decidimos investir neste conceito tecnológico”, declara Francisca.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi6

A criação de outra área útil para a empresa, o que era antes apenas uma laje, transformou-se em lugar de bem estar e lazer, o que sem dúvida valoriza ainda mais o imóvel. “O Tec Garden® alia paisagismo e sustentabilidade com a tecnologia de ponta, além de proporcionar inúmeros benefícios com a auto-irrigação”, destaca a paisagista.

 

Piso elevado para jardim sobre laje

 

Resultado de uma parceria entre o arquiteto paisagista Benedito Abbud e a empresa Remaster Tecnologia, o Tec Garden® é uma solução inovadora e ideal para projetos que envolvam a contrução de jardins sobre laje  em  empreendimentos  corporativos,  residenciais e órgãos públicos.

tec_garden_-_jardim_sobre_laje

O Tec Garden® é  um  elemento construtivo leve e ecoeficiente que reserva as águas das chuvas para irrigação do jardim, sem a utilização de energia elétrica, bombas ou bicos irrigantes. Por sistema de capilaridade, as plantas absorvem a água armazenada no piso elevado para se manterem hidratadas constantemente semelhante ao que ocorre na natureza, além de ser 100% sustentável.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi9

Preparação das floreiras para receber o sitema Tec Garden®

Segundo Eidi Nardelli, representante comercial da Remaster, muitos paisagistas identificam o Tec Garden® como uma necessidade para o seu projeto, já que o produto oferece muito mais do que uma solução sustentável, gerando inclusive economia de água e energia elétrica.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi7

Aplicação do Tec Garden® na laje impermeabilizada, prático e funcional

O Tec Garden é um sistema que também contribui para minimizar os efeitos nocivos das enchentes nas grandes cidades, além de economizar água e prolongar a durabilidade da impermeabilização da laje que suporta o jardim.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi10

                                          Mari Polesi é a 1ª paisagista a utilizar o Tec Garden® em projeto de paisagismo, e atesta a qualidade 

O ‘Tec Garden®’ é uma solução que tem sido cada vez mais aceita pelo mercado, e neste projeto da JWA, implantamos o conceito pela segunda vez e com sucesso. O primeiro projeto executado foi na empresa Unistamp em Jarinú-SP, na qual, foi usado para um projeto de telhado verde. O segundo, porém, o primeiro "jardim sobre laje" implantado é este aqui da JWA, que ficou lindo graças ao excelente trabalho da paisagista”, garante Eidi.

Vegetação

A vegetação especificada no projeto destacou as árvores frutíferas com o intuito de atrair os pássaros e as borboletas que sempre voam por ali, por isso, Mari apostou nas belas jabuticabeiras, amoreira, romãzeira e nos morangos.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi11

O ‘Jardim do Bem-Estar’ também conta com hortaliças e uma grande variedade de flores e plantas. “Evidenciamos a russélia, oliveira, plumbago, trepadeiras jasmim dos poetas, sapatinho de judia. Já a parte de forração e arbustiva conta com gardênia, primavera, aspargo, clúsia, orquídeas, bromélias, entre outras espécies”, informa a paisagista.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi13

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi12

A parede verde também não poderia ficar de fora no projeto devido aos seus inúmeros benefícios estéticos e funcionais. “Através da imponência do jardim vertical da ‘Green Wall Ceramic’, localizado na entrada do espaço, acoplamos uma fonte revestida com seicho em tela ‘Palimanan’, cuja água cai sobre 3 vasos vietnamitas imponentes da ‘L’oeil’, formando um belíssimo espelho d’água”, diz Mari Polesi.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi14

De acordo com a profissional, o uso da água refresca a temperatura do ambiente e colabora com o relaxamento, o que o torna ainda mais agradável em todas as ocasiões.

 

Móveis para área externa

Sol, clima seco, frio, vento e chuva, é algo muito comum em uma cidade como São Paulo, que em certas ocasiões, podemos ter as quatro estações do ano em um mesmo dia. É importante salientar que os móveis que fazem parte da decoração do jardim, ficam permanentemente expostos as intempéries do tempo, por isso, os itens de acabamento e revestimento precisam ser escolhidos de forma criteriosa.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi15

A designer e artista plástica, Martha Favero, que faz parte da equipe do Studio Mari Polesi, foi à responsável pela decoração e ambientação do ‘Jardim do Bem-Estar’. “Sem dúvida, os móveis fabricados em fibra sintética não poderiam ficar de fora do projeto, devido a sua durabilidade e elegância, sem falar no colorido alegre de suas estampas.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi16

Martha Favero, à direita, Designer e Artista Plástica da equipe

Também incluímos produtos sustentáveis, como os bancos fixos, feitos com madeira pinus autoclavado, sendo uma madeira muito mais resistente. Para a área do pergolado, que é um local semicoberto, utilizamos um conjunto de mesa com cadeiras também feitas com madeira de demolição, além de belas luminárias artesanais”, salienta a designer.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi17

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi18

Projeto luminotécnico

Segundo a designer, a iluminação foi composta por luminárias da ‘Paleolítico’, que produz produtos feitos de forma artesanal e da um toque de sofisticação ao jardim.  

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi19

“A noite essas luminárias se transformam em verdadeiras esculturas que emolduram o jardim e deixa o ambiente com uma espécie de cenografia em meio a paisagem urbana. É outro mundo olhar o jardim durante a noite”, destaca Martha.

Arquitetura da paisagem

O arquiteto e paisagista Tom Areas, que também faz parte da equipe multidisciplinar do Studio Mari Polesi, afirma que a ideia de projetar um ambiente com o intuito de “relaxar e apreciar”, criando vários espaços em um, foi bem arquitetado pela equipe e realizado com sucesso.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi20

Tom Areas, à esquerda, o arquiteto e paisagista da equipe de Mari Polesi

“O Jardim do Bem-Estar’ também conta com toalete, churrasqueira e pia, essenciais para uma confraternização”, diz o arquiteto.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi21

A churrasqueira foi integrada ao pergolado, onde fica a área de alimentação. Já o pergolado, foi feito com material pinus autoclavado, assim como toda a madeira utilizada na obra, que é certificada e/ou de reflorestamento.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi22

Tom ressalta a importância da sustentabilidade. “A palavra de ordem deste projeto sem duvida foi à sustentabilidade, o que inclui a instalação do Tec Garden®, entre outros produtos, sem contar a redução de resíduos”, afirma. Segundo o arquiteto, todas as etapas do projeto tentaram ao máximo reaproveitar a maior parte possível dos itens utilizados, minimizando o impacto ambiental. “Mantivemos o total controle da compra de materiais, evitando excessos. Apesar de a laje ter um cálculo estrutural que poderia suportar muito peso, pensamos na viabilidade de utilizar o bloco celular, que é muito mais leve”, diz Areas.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi25

Ainda no quesito sustentável, Mari ressalta que o jardim conta com ladrilho hidráulico, retirados de obras de demolição e madeiras de pinus autoclavado. “O bambu, que é um item em abundância na natureza, também não faltou nesse projeto".

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi26

"Outro produto que alia a tecnologia de maneira eficaz, ficou por conta dos vasos leves, em polietileno, da ‘Vasart®’, que é um material leve, pratico, resistente e de fácil manuseio”, salienta a paisagista.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi27

 

Contemplação, apenas um detalhe!

O famoso sociólogo Domenico De Mais afirma: “para tornar as organizações mais criativas, seria preciso assegurar um clima entusiasmado, condições de máximo prazer estético e afetivo dentro dos locais de trabalho”. Mari concorda com a citação do sociólogo e afirma que foi possível realizar o sonho dos proprietários da construtora, através da criação de um espaço que vai além da contemplação, levando mais qualidade de vida a todos os seus frequentadores.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi34

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi29

Funcionários da JWA reunidos para um bate papo

“O jardim virou o ‘living room’ da empresa e recebe além de seus colaboradores, parceiros, fornecedores e incorporadores, que desfrutam de tudo aquilo que a natureza local oferece. Imagina apanhar e saborear uma jabuticaba, um morango, ou quem sabe uma romã? Ou quem sabe preparar um maravilhoso jantar e colher na hora os temperos e hortaliças, após um dia de trabalho?”, diz a paisagista.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi28

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi30

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi36

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi35

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi32

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi31

A representante comercial Eidi Nardelli, da Remaster, brinda com a Flávia, Diretora da JWA em Recife

Através deste pensamento mútuo, entre o Studio Mari Polesi e o seu cliente, que a empresa começou a encontrar uma solução para o aproveitamento de um espaço que não valoriza apenas o imóvel, mas acima de tudo a qualidade de vida de todos. E o investimento financeiro? Francisca e Jorge, proprietários da JWA, garantem que valeu muito a pena.

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi_-_JWA

Engºs Jorge e Francisca W. Ajame, proprietários da Construtora JWA

Ao longo da carreira, a paisagista Mari Polesi chegou a conclusão de que o jardim de uma casa, ou de uma empresa e até mesmo de um espaço público é o que demanda o menor trabalho e o menor custo, sendo porém, aquele que traz o maior prazer e a maior alegria na arte de receber bem. Não é mesmo?

Jardim_sobre_laje_-_mari_polesi33

Martha Favero, Tom Areas e Mari Polesi, equipe de projetos

Artigos Mais Vistos

Newsletter

Receba um resumo das notícias do Studio Maripolesi.

Contato

End.: Rua Campos Sales, 303 - Sala 111 - 1º andar - Barueri / São Paulo

Telefone: (11) 3448-6425

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Siga-nos em nossas redes sociais

facebook instagram